Quem nunca sonhou em construir uma residência para abrigar a família nova que está se formando ou até mesmo aquela reforma para ter mais espaço para os filhos, cachorros, visitas e etc.? Quem nunca se deparou com as revistas ou amostras de decoração e sonhou em ter a casa dos sonhos, aquela sala toda planejada ou uma cozinha integrada? Construir ou reformar está nos planos de muitas pessoas e sem dúvida é uma conquista incrível, que normalmente leva tempos de economia e planejamento até que o sonho seja concretizado.

Um dos passos iniciais de quem se aventura na construção é a busca por diversas referências na internet e revistas de arquitetura, a fim de definir o estilo que a residência deve adotar. O cliente acaba se deparando com muitas coisas legais e inspirações que, por vezes, pode acabar confundindo. Para que isso não aconteça, a primeira iniciativa deve ser a procura de um bom profissional de arquitetura que irá, a partir de conversas e entendimento das necessidades e gostos do cliente, definir o conhecido “briefing” para os atuantes na área, filtrar todas as informações até conseguir compreender o que realmente é necessário para que a casa dos sonhos não se torne um mar de dúvidas e questionamentos logo de início. 

O arquiteto trata cada obra de maneira individualizada, pois para se chegar a um resultado satisfatório e mais próximo ao esperado pelo cliente, deve-se compreender a história individual de cada um, a história familiar e o seu contexto social, além disso, é de extrema importância trazer o cliente do plano ideal – dos sonhos -, para o plano real – o que poderá ser realizado e atenderá a rotina dele -.  

Após a consulta e contratação de um especialista de construção, é preciso se atentar para o local em que a obra se insere. Desde um projeto residencial, comercial ou de interiores voltar o olhar para as potencialidades e limitações da área, logo nas primeiras conversas e desenhos, pode ser responsável por soluções inovadoras e resultados satisfatórios no final, assim como alterações em algumas prioridades. Podemos agregar a esse tópico a definição de orçamento limite, que é primordial para ter projetos adequados à realidade dos clientes e não causar frustrações durante o desenvolvimento dos estudos ou até mesmo em fases mais avançadas do processo.

Definido o projeto, inicia-se a obra, e para isso deve-se ter uma equipe de trabalho qualificada procure referências, visite obras já realizadas por essa mão de obra e, principalmente, acompanhe a sua construção. Todo o processo desde os desenhos até a casa pronta envolve diversas etapas e muitas pessoas: arquiteto, engenheiro, pedreiro, gesseiro, marceneiro entre outros.  Durante a construção muitas coisas podem sofrer alterações e para isso é essencial que todos esses profissionais estejam cientes e de acordo, assim como o proprietário.

A casa dos sonhos é o ideal de muitas pessoas, e isso não se resume a uma casa linda de revista, mas sim, adequada a cada morador. E para alcançar esse sonho de forma mais tranquila é importante seguir as dicas listadas acima, para que assim um dia tudo se torne real.